Professor EAD: 61% dos inscritos em cursos a distância estudam pedagogia
14 novembro 2019 - Pense Grande

O ensino a distância no Brasil está em constante expansão, o fácil acesso a internet e as novas formas de inovar na educação podem ser um dos fatores responsáveis pelo aumento de instituições que investem no EAD. 

Uma pesquisa realizada pelo Todos pela Educação, com base no levantamento do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) e do Ministério da Educação (MEC), subiu de 29% em 2010 para 53% em 2017  o número de inscrições em cursos de EAD. Um dos cursos procurados foi pedagogia, seis em cada dez alunos brasileiros ingressaram em cursos de educação em 2017. 

Em entrevista concedida a Fundação Telefônica, o diretor corporativo EAD do Grupo SER Educacional, Enzo Moreira, relata que o uso da tecnologia aliada ao ensino híbrido que consiste na formação a distância e presencial podem ser eficazes no ensino. A força tecnológica ajuda muito, mas o fator humano segue fundamental. Capacitar professores para lidar com a tecnologia é o segredo do sucesso. Precisamos fazer com que os professores saibam instigar colegas e alunos a usar a tecnologia”, disse. 

Pensando neste cenário em fornecer recursos tecnológicos para todos educadores que buscam a formação a distância, a Fundação Telefônica Vivo desenvolveu o programa Escolas Conectadas,iniciativa do ProFuturo, programa de educação global da Fundação Telefônica Vivo e Fundação ”la Caixa”, que visa incentivar os educadores a desenvolverem práticas colaborativas com o uso de tecnologia com o objetivo de formar alunos com as competências do século XXI. 

A vantagem desse programa são os cursos com certificação reconhecida pelo MEC e que podem ser realizados a distância.  Segundo Denise Padilha Lolito, consultora de projetos sociais na Fundação o principal objetivo do programa. “Queremos contribuir para melhorar a formação de professores. Temos no Brasil 2,2 milhões de professores na educação básica, que são o foco do projeto. Como formar presencialmente todas essas pessoas em um território continental como o Brasil? Por ser EAD, o Escolas Conectadas é uma forma de democratizar a formação e alcançar mais pessoas”, opina.

O ensino EAD assim como o presencial devem exigir o estágio dos estudantes de pedagogia para o professor estar a frente de uma sala de aluna e construir uma relação com o aluno. Apesar das discussões referentes à qualidade do ensino a distância, a formação do professor deve estar voltada para a prática. O futuro educador precisa passar pela experiência de ensinar em sala de aula para aprender a lidar com os desafios da aprendizagem.