A era digital dos professores: Plataforma online de estudos despertam atenção dos alunos
5 dezembro 2019 - Pense Grande

A implementação da tecnologia no dia a dia também contribuiu para o aumento de conteúdos educativos em canais como Youtube. A forma do jovem consumir conteúdo e estudar mudaram, segundo dados de uma pesquisa publicada em 2018 pela Pearson Education, 55% da geração Z que consiste em jovens na faixa etária entre 14 e 23 anos, preferem estudar assistindo vídeos na internet ao invés de ler um livro didático. 

Em entrevista concedida a Fundação Telefônica Vivo,  Daniel Moreira, especialista em tecnologias de educação do Instituto Singularidades reforça apesar de estimular a autonomia do aluno, as tecnologias dependem da intermediação do professor.  “Ele é mediador desse processo. Por isso é importante o planejamento do docente para fazer uso do recurso”, diz. 

Professores digitais
Hoje existem diversos educadores com canais no Youtube, por exemplo, com a proposta de estimular o aprendizado do jovem.  Alguns canais como AulaDe que foi criado por professores que davam aulas em um cursinho. O canal disponibiliza vídeo aulas sobre diversos assuntos. As aulas são gratuitas. Outro canal que possui cerca de 700 mil seguidores é o Redação e Gramática Zica, a professora ministra aulas de Língua Portuguesa para todos que tem dúvidas em relação à gramática. 

O canal Biologia Total também é um dos mais acessados com cerca de 114 milhões de visualizações e 1,7 mil inscritos. O professor explica o conteúdo de uma forma leve e com bom humor. O foco são para os estudantes que estão prestando o vestibular.