3 Passos para tornar a sala de aula invertida
18 julho 2019 - Pense Grande

O método tradicional de ensino traz a proposta de uma sala de aula, com cadeiras, lousa e o professor como protagonista. Já o método utilizado na metodologia ativa é oposto do tradicional, pois o aluno é o protagonista e a forma de ensinar uma disciplina, por exemplo, também é diferente.

Um dos recursos da metodologia ativa para a aprendizagem é a sala de aula invertida. Esse método de ensino permite que o aluno estude o conteúdo antes da aula, sendo por meio de exercícios, pesquisa na internet, textos, slides, arquivos de áudio, músicas ou jogos.

O professor disponibiliza para os alunos uma série de conteúdos onlines sobre determinado temas. Com o acesso a essas informações, o aluno começa  a construir o seu conhecimento. Desta forma, a sala de aula se torna um palco aberto para discussões e aprendizado.

Segundo a Fundação Telefônica Vivo inovar na educação é criar e implementar o uso de novas ferramentas, metodologias ou modelos que tornem mais efetiva a aprendizagem e mais eficiente a gestão das escolas. E a sala de aula invertida é uma maneira de sair da zona de conforto e inovar no ensino.

Por que usar a sala de aula invertida?

  • Desenvolve a responsabilidade no aluno, onde ele decidi a melhor forma de estudar;
  • O aluno consegue fazer a sua própria gestão do tempo;
  • O professor se torna um mediador;
  • O aluno desenvolve o senso crítico;

Como criar uma sala de aula invertida?
Confira três passos para começar a colocar em prática a aula invertida:

1°Passo: Escolha qual plataforma você irá utilizar para compartilhar os conteúdos online com os alunos. Uma dica é o Google Drive.

2°Passo:  Planeje o conteúdo que será disponibilizado online. O professor pode montar uma pasta no Google Drive e colocar textos, fotos, vídeos e áudios sobre este conteúdo que deverá ser estudado pelo aluno.

3°Passo: Agora chegou o momento de planejar a sua aula. Crie um roteiro de atividades ou de projetos que os alunos possam desenvolver com o conteúdo online. É importante fazer essa conexão com os alunos em sala de aula e o conteúdo disponibilizado online. Para avaliar como os alunos estão progredindo nesse novo método, o professor pode também criar um questionário pelo Google Forms e avaliar o desempenho dos alunos.

E você? Já usou a sala de aula invertida? Se sim, compartilhe a sua experiência que poderá enriquecer ainda mais esse post!